Madelaine Petsch Brasil » » Prune Magazine entrevista Madelaine


23.04.2017

Madelaine concedeu uma entrevista para a Prune Magazine, confira:

Prune: Riverdale é uma torção moderna nos quadrinhos de Archie. Você faz a irmã gêmea de Jason, Cheryl Blossom. Fale comigo sobre Cheryl como um personagem.

MP: Cheryl é realmente complexa. Quando eu comecei a avaliar ela, eu acho que as primeiras palavras foram vilão principal. Eu era como “droga”, eu sempre quis fazer a vilã. Então eu li o piloto, e ela é a vilã, mas ela tem muito mais para ela do que isso. Ela está tão quebrada e tão solitária. Conforme os episódios acontecem, você aprende que ela é abusada por seus pais e ela tem tanta profundidade e camadas atrás dela, e as razões para ela ser assim. Eu não acho que se justifica por qualquer meio, eu não acho que para sempre ser mau ou um valentão, mas que sendo dito eu entendo o lugar que ela está vindo. Ela é uma garota quebrada tentando descobrir quem ela é sem ajuda e sem orientação e ninguém amando-a. É muito interessante jogar isso.

Prune: como é desempenhar uma vilã em papel?

MP: é muito divertido. é bom porque eu sou a maior emocional montanha-russa no programa. ela é tipo insana. ela tem que “cruel sassy fachada”, mas ela também tem realmente um lado quebrado para ela, então eu começo a jogar todos os lados do espectro. ela não se encaixa nem um pouco para coisas românticas na época. eu começo a jogar tudo, é como todos os atores diz “emprego dos sonhos”.

Prune: Você postou no Instagram que você costumava ler Archie crescendo e desde pequens. Quanto mais emocionante isso faz agir em Riverdale?

MP: Cheryl não era super prevalecente nos quadrinhos, então eu nem sabia quem ela era quando eu não tinha lido, eu estava tipo “oh, eles estão adicionando um personagem no mundo Archie?”. Então eu fiz a minha pesquisa e descobri que ela foi escrita porque ela era muito sexy, o que eu acho que é hilário. Só para fazer parte de um show que é tão culminante da minha juventude, eu costumava ler as faixas de domingo, quando eu era criança. É algo que meu pai e eu temos juntos, ele cortou as tiras para mim na parte da manhã e na minha mesa de café da manhã de domingo haveria uma pequena tira na frente do meu prato. Foi um doce momento para ele e eu que esqueci, e quando eu comecei a audição eu liguei para meu pai e foi como “Papai estou ensaiando para os quadrinhos Archie.” Ele reagiu como “isso é tão legal”. Ele não achava nada disso, e agora ele é o maior fã de Riverdale.

Prune: Riverdale tem uma trama sombria, mas, claro, tem sua parcela justa de drama teen. O que você acha que fez a série tão viciante, e tão bem sucedido?

MP: Eu sou tão parcial. A escrita é apenas diferente. Cada personagem é realmente tridimensional, e eu não sinto que você vê muitas vezes na televisão. É muito “relatable” – nós não temos nenhum super-herói ou vilões. Sem sombra para real livro cômico que mostra, mas estamos num mundo real e você pode ver todas essas coisas acontecendo dentro do nosso mundo real. Há todas as palavras-chave que as pessoas adoram, há drama e há assassinato e há traição. Há amor, é uma série muito sexy, e também é maravilhosamente filmado. Cada peça é tão calculada e tão precisa, e todo mundo está tão apaixonado por trás disso. Eu acho que ele lê muito bem na câmera.

Prune: Como tem estrelado em Riverdale e como o sucesso da série mudou sua vida até agora?

MP: É um completo 180, é completamente diferente. Minha vida é muito diferente. Desde a “ventilação”, a vida mudou muito mais. Quando eu estava apenas ensaiando, senti como a nossa própria coisinha que estávamos a partilhar, não se sente realmente como qualquer coisa. Agora eu vou almoçar ou isso ou aquilo, e as pessoas reagem como “oh meu Deus, eu amo a série”, e um monte de estrelas jogam sombra para isso. Eles não gostam que as pessoas venham falar com eles, mas eu adoro isso. Eu adoro quando os fãs vêm falar comigo, isso me faz sentir como se estivéssemos fazendo algo legal e grande e que as pessoas se preocupam. Isso significa muito para mim. Isso mudou, e eu me tornei muito ocupada. Eu estou ocupada todos os dias, e eu não poderia estar mais feliz.

Prune: De que maneiras você é como seu personagem Cheryl, e de que maneiras você é diferente?

MP: Eu definitivamente tive esse tempo na minha vida onde eu era essa garota quebrada tentando descobrir o que a vida significava. Eu entendo totalmente isso e me relaciono com ela nesse aspecto, ou pelo menos. Eu definitivamente tenho essa raiz, ​​então eu entendo ela também. Fora isso, eu não me relaciono com o chicote, mas eu entendo de onde ela está vindo, se isso faz sentido.

Prune: Você modelou no passado para grandes marcas como Coca Cola e Nike. Modelagem é algo que você vai continuar a perseguir ao lado de atuar?

MP: Modelagem era algo que pagava as contas. É divertido. Eu amo o meu trabalho, eu gosto de estar no set. O material de publicidade é ótimo e eu adoro fazer isso, mas mesmo assim, sinto falta de estar no set. Se eu tivesse que escolher entre um trabalho de modelagem e um trabalho de atuação, eu sempre vou escolher o trabalho de atuação. Claro, se uma campanha de modelagem legal vem junto, ou uma oportunidade como Prune, eu adoro fazer coisas assim.

Prune: Os fãs sabem o que você usa para o seu cabelo longo e ruivo e grandes lábios. Quão importante é fazer uma marca usando seus recursos naturais?

MP: Eu adoro essa pergunta. Eu realmente quero que o registro afirme que meus lábios e meus cabelos são reais. Essa é a coisa que eu acho interessante, que todo mundo simplesmente assume que eles são falsos. Cuido muito bem do meu cabelo. Eu nasci com ele, e é engraçado porque eu fui me divertindo por ter lábios grandes e cabelos ruivos quando eu era criança, e agora é algo que está dentro. Eu tenho certeza que em cinco anos vamos odiá-lo novamente. Muitos dos meus fãs querem que eu “prove”, então eu postei uma foto do meu bebê no Twitter onde estou fazendo beicinho.

Prune: Além de Riverdale, que projetos futuros você tem?

MP: Eu estou prestes a sair para ir a Nova Escócia nesta segunda-feira para ir filmar o novo filme Weinstein Brothers, Polaroid.

Prune: Fora da modelagem e da atuação, quais são seus hobbies?

MP: Eu sou um dançarina, então eu danço quase todos os dias. Eu sou uma rata de ginásio. Adoro ler, sou uma leitora. Eu estou lendo um livro realmente legal agora chamado “Eu odeio a Internet” que estou obcecada. É tudo sobre a idade das mídias sociais e o que está fazendo com os relacionamentos e as pessoas. Eu gosto de costurar. Se você imaginar todas as coisas que as avós fazem, além do ginásio e dança, isso é muito bonito o que eu gostaria de fazer.


Anuncio

Julie Plec [The Vampire Diaries]: “Acabei de terminar minha primeira semana dirigindo #Riverdale. Um brilhante grupo de pessoas fazendo um show fantástico.” twitter.com/julieplec/stat…

Ontem from Madelaine Petsch BR's Twitter via Twitter for iPhone



ultimas fotos enviadas
layout criado por flávia - Madelaine Petsch Brasil