Exibindo

Notícias

A primeira coleção de Madelaine Petsch com a Fabletics é uma homenagem à Cheryl Blossom

Publicado por Alice

Depois de um ano de malabarismo entre as filmagens de Riverdale e reuniões de design, a primeira linha da Madelaine Petsch com a Fabletics está aqui. A colaboração da atriz com a marca atlética conta com nove visuais vermelhos, incluindo um conjunto inteiro vermelho com uma legging, top e jaqueta inspirado em sua personagem Cheryl Blossom.

O objetivo de Petsch era criar uma coleção em que todas as mulheres se sentisse confiantes, seja indo para a academia, fazendo uma caminhada, ou descansando em casa. Isso também significava incluir tamanho maiores para tornar a linha acessível para o maior número de mulheres possíveis. Desde leggings e tops esportivos até jaquetas e túnicas de gola alta, há algo para todo mundo na coleção versátil de Petsch.
“Como alguém que ama moda e praticamente vive usando roupas de ginástica entre viagens, idas ao set e realmente idas à academia, eu queria fundir roupas de alta performance, confortáveis e estilosas.” disse Petsch.
A coleção estará disponível em 1 de Agosto no site fabletics.com e nas lojas físicas da marca com os preços começando em $34.95 e indo até $84.95. A NYLON entrevistou Petsch por email para discutir como era criar sua primeira coleção de moda e quais eram seus sonhos de desenho para o futuro.

Como foi o processo para a sua primeira colaboração? Você estava nervosa, animada, ambos?

O processo para a minha primeira coleção foi majoritariamente animador pela maior parte do tempo. Foi uma saída criativa fantástica para mim e toda a equipe da Fabletics foi tão receptiva à minha natureza louca e perfeccionista. Acho que nunca os ouvi dizer ‘não’ ou ‘não podemos fazer isso’. Eles fizeram tudo que eu queria ver nesta coleção se concretizar.

É bom sentir que um ano de trabalho duro foi colocado nisso e que estou realmente orgulhosa de todos os aspectos. Agora é quando os nervos começam, eu só espero que ressoe com todos da mesma forma que ressoa comigo!

Surgiram desafios inesperados durante o processo de design?

O maior desafio para mim foi, definitivamente, encontrar tempo entre filmar Riverdale e fazer reuniões pessoais (antes da quarentena, claro) para poder ver pessoalmente os detalhes. É muito imperativo poder provar os protótipos.

A Fabletics tem feito vestuários atléticos de alta qualidade por tanto tempo que eles ficaram incrivelmente experientes nesse campo e conseguiram me guiar durante o processo perfeitamente.

Quais foram algumas das coisas mais importantes para você durante o processo?

A coisa mais importante para mim nessa coleção foi fazer um corpo de trabalho que deixasse as pessoas ansiosas e felizes. Quando eu acordo pela manhã, eu estou animada para vestir essas roupas e ir para a academia.

Eu também queria manter em mente os ajustes e a forma para que todos pudessem se sentir confiantes [vestindo as roupas]. Nós queríamos deixar as mulheres animadas, confiantes e poderosas. É uma ótima coleção para as mulheres em atividade. Nós reconhecemos que mulheres são incrivelmente multitarefas e queríamos que essa coleção estivesse linear com alguém que provavelmente tem que correr pela cidade inteira para se exercitar, trabalhar, para jantares, e poder incorporar essas peças não apenas na academia, mas nas atividades diárias. Mais eficaz e fashion, fácil!

Quais são seus looks ou peças favoritos?

É difícil dizer, pois eu realmente amo todas as peças da minha coleção. Para mim, algumas que se destacam mais são os biker shorts azuis com contornos vermelhos e a costura zig-zag (estou obcecada e eles são confortáveis), o top vermelho e borgonha com as opcionais costas diagonais, e a alça azul e a gola alta preta com a malha, que permite a respiração.”

Que peças ou detalhes foram diretamente inspiradas por sua personagem em Riverdale?

O look vermelho-cereja brilhante parece bem inspirado por Cheryl. Eu realmente queria incorporar a cor vermelha para homenageá-la, pois se não fosse por ela eu não estaria onde estou hoje, então eu tive que a dar um pouco de amor.

Você deseja fazer mais designs no futuro?

Com certeza! Esse é apenas o começo para mim. Eu realmente amo o processo e o produto final. É um ótimo canal de criatividade para mim.

Fonte: NYLON

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Madelaine Petsch concede entrevista ao BuzzFeed

Publicado por Alice

Em março, Riverdale teve sua produção parada devido à pandemia de coronavírus, para a decepção dos atores e fãs. Desde lá, Madelaine Petsch, vulgo Cheryl Blossom, tem tirado um tempo muito necessário para relaxar, se reconectando com a natureza, cozinhando em casa, e usando isso como uma oportunidade para empoderar mulheres em relação a métodos contraceptivos como embaixadora da Lo Loestrin Fe.

Por mais que ela esteja aproveitando esse intervalo, ela definitivamente está pronta para voltar para interpretar Cheryl. “Eu tenho que tentar dar uma olhada positiva nisso, mas eu definitivamente sinto falta de estar no trabalho — é quando eu estou mais feliz,” ela contou ao BuzzFeed no telefone em uma entrevista exclusiva. Ainda assim, Madelaine tem encontrado bastante alegria na quarentena — abaixo, ela se abre sobre como ela tem estado ocupada, como ela se conecta com a Cheryl, e o que Riverdale tem para os fãs quando retornar.

Qual tem sido seu método de relaxar nesses dias?

“A meditação tem sido incrivelmente útil para mim, assim como uma rotina consistente de exercícios — isso mantém meu nível de depressão suportável agora. Eu trabalho com um treinador e ele me distrai, que é o que eu mais preciso por aquela hora todos os dias.”

Depois de ir para casa de um dia de filmagens, como você cria uma distância entre você mesma e Cheryl Blossom?

“Eu não sinto a necessidade de fazer isso, na maior parte do tempo. Eu entro no personagem no set e no minuto que coloco minhas roupas de volta, eu sou a Madelaine novamente. Não me afeta assim. Mas se foi um dia emotivo no set, eu tomo um banho, acendo uma vela, e leio um livro. Eu penso em como meu trabalho é basicamente para criar um escape para as pessoas por aquela hora do dia, e quando eu volto para casa depois de criar isso, eu preciso encontrar o meu escape para aquela hora do dia [ri].”

Como você entra no personagem? Você tem uma rotina quando você chega no set?

“Eu não tenho qualquer ritual ou coisa do tipo. Eu faço minha própria maquiagem no set, então isso me ajuda a entrar no personagem. Eu sei que a Cheryl faria sua própria maquiagem, então me ajuda a me sentir mais como ela para entender o que ela está sentindo com sua maquiagem e o que está acontecendo na cena. Sinceramente, é muito fácil para mim agora mudar completamente para interpretar a Cheryl. Está meio que impregnado em mim.

É muito legal que você faça sua própria maquiagem. Isso é comum? Ou você é a única pessoa que faz sua própria maquiagem em Riverdale?
“Eu acho que é bastante comum com os meus amigos atores — muitos deles escolhem fazer sua própria maquiagem. Nós temos artistas fantásticos no set que estão prontos e disponíveis para nós. É difícil porque, com a indústria de cabelo e maquiagem, as pessoas vem a vão muito frequentemente, e eu quero que meu visual continue consistente e eu sei o que se comporta melhor na minha pele. Eu tenho essa pele há 25 anos. Lili [Reinhart] também faz sua própria maquiagem, e Vanessa [Morgan] faz às vezes.”

Você tem alguma série ou filme favorito que você descobriu durante a quarentena?

“Eu comecei a assistir Unsolved Misteries na Netflix, que eu gosto bastante. Eles acabaram de reabrir um dos casos também, o que eu acho bem legal. Eu, sinceramente, tenho tentado focar mais no lado de fora. Eu moro em Los Angeles e é lindo lá fora. Eu também tenho assistido a filmes antigos que eu costumava amar, como Night at the Roxbury — filmes que me fazer rir e me fizeram querer ser uma atriz.”

Qual tem sido seu podcast favorito ultimamente?

Armchair Expert com Dax Shepard é o meu podcast favorito. Eu estou obcecada.”

O que você tem ouvido ultimamente, em se falando de música?

“Meus artistas favoritos são Thin Lizzy e Rex Orange County. Gus Dapperton. Indie divertido, músicas alternativas que me farão feliz.“

Você sente falta de ir a shows?

“Eu nunca fui muito de ir em shows, para começar, então eu não sinto tanta falta, mas eu sei que os artistas devem sentir falta.”

Quanto tempo você normalmente passa nas redes sociais todos os dias?

“Eu realmente tento me limitar. Talvez 30 minutos.

Quais são suas contas favoritas para seguir no Instagram e no TikTok?

“Eu não tenho TikTok, então eu não sigo ninguém lá. No Instagram, eu sigo meus amigos e me atualizo com todo mundo. Seu não sigo muitas pessoas que não conheço.”

Você é o tipo de pessoa que lê comentários?

“Não. Você está meio que se abrindo para um mundo de ódio se você fizer isso.”

Como normalmente você se desconecta?

“Todo dia é diferente. Um banho é ótimo. Conversar com os meus amigos. Cozinhar. Qualquer coisa que não pareça que eu estou grudada à uma tela funciona muito bem para mim. Meu trabalho é uma tela. Me sentir conectada à terra e quem eu sou como pessoa é muito importante para mim.

Você é mais de cozinhar em casa ou comer fora?

“Eu sou definitivamente mais de cozinhar em casa por causa das minhas restrições alimentares. Mas eu não estou dizendo que sou boa nisso, porque eu não sei. Eu cozinho por nutrição.”

Isso é algo que você tem trabalhado durante a quarentena?

“Não. É tão estranho. Minha comida é boa para mim, mas eu sou tão baseada na saúde que eu realmente fico em ter todos os grupos de comida em uma refeição. Quando eu cozinho para a minha melhor amiga, ela geralmente fala, ‘Oh, está bom.’ Mas não é tão bom.”

Você tem alguma coisa favorita para cozinhar?

“Eu gosto muito de massas proteicas, como massas de lentilha vermelha. Então eu coloco queijo Daiya, pico um pouco de espinafre, manjericão – parece bom em teoria, mas provavelmente não é tão delicioso.”

Amo a honestidade. Há alguma atualização sobre quando Riverdale voltará a filmar?

“Não.”

Isso é uma pena.

“Sim.”

Quanto você tem mantido contato com seus colegas de elenco?

“Todos os dias.”

Vocês têm um grupo de mensagens?

“Sim.”

Há alguma pista que você possa compartilhar sobre a próxima temporada?

“Ah, cara. Como eu posso dizer isso sem ser super óbvia? Eu acho que apenas preparem-se. Algumas pessoas não ficarão muito empolgadas, mas outras gostarão [ri]. Há uma coisa que eu estou pensando em particular. Mas preparem-se!”

Por que é importante para você se juntar à Lo Loestrin Fe?

“Eu estou muito animada para trabalhar nessa campanha porque é tudo sobre empoderar as pessoas a pesquisarem suas opiniões quando se trata de prevenção à gravidez. Esse é todo o ponto da campanha: empoderar as pessoas a investigarem suas opções e fazerem decisões educadas sobre as opções de métodos contraceptivos baseado em sua pesquisa.“

Fonte: BuzzFeed

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Madelaine Petsch fala sobre sua linha de roupas com a Fabletics, Riverdale e adaptar-se para viver em Los Angeles

Publicado por Alice

Se não fosse pela pandemia, a atriz de 25 anos, Madelaine Petsch, estaria em Vancouver filmando a série da CW “Riverdale”, que teve a produção da quarta temporada parada em março. Ao invés disso, ela está em quarentena com sua melhor amiga, lidando com as realidades do novo clima em Los Angeles. “A única coisa com que eu acho que estou frustrada é — e eu não vou entrar em política aqui, mas — essa ideia toda de que há pessoas se recusando a usarem máscaras, porque elas não acham que deveriam ter que usar,” Petsch disse no telefone. “Meu maior problema com a quarentena é ver esse enorme vão entre o mundo racional e o mundo irracional.”

Ela está levando um dia de cada vez, ela disse, enquanto se prepara para lançar sua primeira coleção de roupas, uma colaboração com a Fabletics, que será lançada em 1 de Agosto. Ela começou a trabalhar na linha em agosto do ano passado, e foi finalizada em março, antes que o impacto do vírus fosse sentido. Originalmente, o objetivo era criar peças de ginástica “que fariam as pessoas se sentirem animadas para ir malhar todos os dias e ajudar a instilar mais confiança e ânimo mas mulheres,” ela disse. Agora, com à pandemia em mente, ela ainda espera trazer motivação aos fãs “para mover os seus corpos, mesmo que apenas uma extensão.”
A atriz certamente tem uma audiência, com 20.2 milhões de seguidores no Instagram e 5.74 milhões de inscritos no Youtube. Ela deu um tempo de postar vídeos ultimamente, que ela mesma produz, filma e edita, quando os recentes protestos do ‘Black Lives Matter’ começaram. “No minuto que o mundo mudou e nós começamos a focar mais nas coisas políticas acontecendo no mundo e em igualdade, eu enfrentei um período difícil em não focar apenas nisso,” Petsch disse. “Pareceu muito ingenuíno e não autêntico para mim estar tipo, postando vídeos divertidos no Youtube quando nós estamos no meio de um momento enorme de luta pelos direitos civis. Agora que eu estou encontrando um bom equilíbrio entre isso e as atividades regulares, eu começarei a voltar aos poucos para o meu canal no Youtube e talvez de uma maneira mais educativa.”
Ela começou a conta porque jovens espectadores de “Riverdale” — um drama adolescente baseado em Archie Comics — confundiram a própria personagem de Petsch com aquela que ela interpreta na TV: a ousada, ruiva e que ama batons vermelhos, Cheryl Blossom.
“Muitas pessoas que assistem à série acreditavam que eu era realmente malvada na vida real, o que me afetou muito,” continuou Petsch. “Me deixou muito triste, o que era bobo porque eu estou interpretando uma personagem em uma série.”
A coleção da Fabletics presta homenagem à Cheryl Blossom com lindas peças vermelhas encontradas na linha, que custa entre $34.95 para um top de ginástica até $84.95 para uma jaqueta. Os conjuntos começam em $69.95 e vão até $149.95. Esses são os preços com desconto, “VIP”, dados aos consumidores que se inscreveram ao programa de membros da marca. A companhia, lançada em 2013 pelo TechStyle Fashion Group, tem mais de 2 milhões de membros e centenas de lojas mundialmente.´

“[A equipe da Fabletics] estava tão disposta a trabalhar comigo e me deixou ser super participativa, porque sou meio chata quando crio coisas”, compartilhou Petsch, que anteriormente lançou uma linha de óculos de sol com a marca Privé Revaux. “Às vezes, quando você trabalha com empresas, você nunca sabe se elas esperam que eu apenas dê um nome a algo que elas fizeram. Você nunca sabe quando entra em um acordo. Então, fiquei muito feliz em saber que eles queriam que eu tivesse o máximo de contribuições que quisesse e eu queria contribuir com tudo.”

Ela está “vivendo em roupas de academia e agasalhos” esses dias. Sua rotina diária inclui um smoothie, suco de aipo e caminhadas pela vizinhança. Mas bem-estar para ela é mais um “sentimento” do que “um olhar ou ação”, ela disse.

“É sobre mente, corpo e alma,” ela continuou. “Exercícios atuam como grande parte da minha saúde mental e emocional, assim como da minha saúde física… Contanto que você se sinta bem, é tudo que importa pra mim. Eu não sou alguém que fica checando a balança todos os dias ou que vai para a academia pra ficar diferente ou de um tamanho menor. Pra mim, é tudo sobre como eu me sinto em relação a mim mesma quando vou e sobre como isso ajuda minha saúde mental e minha ansiedade.”

Ela gosta de estar ocupada e está ansiosa para voltar a trabalhar em “Riverdale”, disse ela. Para mudar as coisas, ela estará atuando como uma adulta na série, que vai fazer um salto temporal de 5 anos na quinta temporada. “Eu imagino que voltaremos mais cedo o possível para começar a gravar,” ela disse. “Logo, espero. Ainda não foi resolvido… Acho que as pessoas realmente vão gostar disso, porque vamos focar bastante nos relacionamentos esse ano. Terão muitas mudanças e certas coisas que as pessoas talvez não gostem tanto assim, mas é esse o ponto da série — manter as pessoas alertas e as entreter.”

Fonte: WWD

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Madelaine Petsch fala sobre sua saúde mental durante a quarentena

Publicado por Alice

A saúde mental da atriz de Riverdale, Madelaine Petsch, tem sido como uma montanha russa durante a pandemia de coronavírus, mas se jogar no trabalho tem sido uma distração bem vinda.
Petsch, que interpreta Cheryl Blossom na série, contou ao Insider que ela teve um ano difícil, e está orgulhosa de como ela tem sido capaz de se comprometer com seu trabalho apesar de momentos pessoais difíceis por trás das câmeras.

Na quarta temporada, “todo o episódio musical foi realmente difícil para mim, pessoalmente. Eu estava passando por muitas coisas, então eu estava realmente orgulhosa de mim mesma quando o assisti depois,” Petsch contou ao Insider. “Então você realmente não consegue imaginar que eu estava literalmente chorando entre as cenas. Eu estou muito orgulhosa de mim mesma por deixar esses problemas fora do set.” Petsch adicionou que as medidas de isolamento da pandemia impactaram sua saúde mental, assim como impactaram a de muitas pessoas. “Eu provavelmente tenho estado mais para cima e para baixo durante a quarentena do que eu estive durante toda a minha vida,” ela disse.

De acordo com o Census Bureau Data feito entre abril e maio, 30% dos americanos reportaram sinais de ansiedade e 23.5% reportaram sinais de depressão durante à pandemia. A atuação tem sido um ótimo mecanismo de escape. De acordo com Petsch, que está atualmente promovendo a campanha de AbbVie, “Are You In The Lo?”, interpretar Cheryl em “Riverdale” foi uma ótima distração para esses momentos difíceis.

Quando eu sou outra pessoa, eu sinto que eu posso deixar tudo para trás,” Petsch disse. “Na verdade isso me fez passar pelo que eu estava passando de uma maneira bem melhor porque eu fui capaz de processar de forma racional quando eu estava pronta, então aquilo não seria a única coisa que eu estava pensando no momento.”
Desde cuidar de sua própria saúde mental, Petsch espera ver sua personagem de “Riverdale”, Cheryl, fazer o mesmo na quinta temporada da série. “Eu disse isso provavelmente pelos últimos dois anos agora, mas eu realmente amo a ideia de explorar a saúde mental dela um pouco mais. Eu amaria ver mais o lado compassivo dela, e eu quero ver o lado impetuoso dela da primeira temporada novamente,” Petsch disse.

Fonte: Insider

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Madelaine Petsch fala sobre os tabus existentes em relação a métodos contraceptivos e saúde mental

Publicado por Alice

Quando eu a pergunto como ela tem lidado com a pandemia mundial, a estrela de Riverdale, Madelaine Petsch, começa a rir.

“Eu não estou ótima,” Petsch admite enquanto sua risada desvanece. “Eu estou fazendo meu melhor com as ferramentas que eu tenho. Eu estou fazendo terapia e estou tentando meu melhor para meditar todos os dias e focar na minha saúde mental. Mas como todo mundo, eu sinto que na quarentena… Minha energia está diminuindo. Então eu estou fazendo o meu melhor.”

Ela está em Los Angeles agora, longe da sua família. Agradecidamente, ela me diz, ela não está sozinha. “Minha melhor amiga mora comigo e se eu não tivesse ela, eu não sei o que faria,” ela diz. “Ela é tipo minha salvadora.” O par de melhores amigas tem o que Petsch chama de “um diálogo aberto.” “Se alguma de nós está se sentindo ansiosa ou deprimida ou qualquer coisa do tipo, nós conversamos sobre isso” ela diz. “E isso realmente ajuda.”

“Eu não acho que deveria haver qualquer tabu em falar sobre saúde mental, saúde física, saúde emocional e saúde reprodutiva,” Petsch diz. “Esses assuntos deveriam ser conversas normais que você tem com seu grupo de amigos, e especialmente com seu médico… Ao ter essas conversas e quebrar essas barreiras, nós podemos mudar o que a normalidade é, especialmente com a juventude.”

Petsch diz que cresceu em “um lar muito aberto” em que sua mãe sempre falou sobre os métodos contraceptivos disponíveis para ela: “Eu tive uma família onde nenhum tipo de conversa era descartada. Eu tive sorte de ter uma mãe que fazia a pesquisa e me fornecia os materiais.” Entretanto, ela ainda se lembra da sua primeira visita ao ginecologista como estressante:

“Eu estava meio estranha e envergonhada em falar sobre minha vagina,” ela diz. “Eu me senti tão estranha falando sobre aquela parte do corpo, mas eu tenho certeza que se estivessem falando comigo sobre meu pé, eu me sentiria normal conversando sobre isso. Foi estranho esse tipo de estigma e constrangimento, que talvez venha junto com ser uma adolescente ou talvez venha junto com construções sociais… Naquela época era muito assustador.” Como uma adulta hoje, entretanto, a atriz quer que as mulheres falem sobre seus corpos e sua saúde reprodutiva mais frequentemente, e sem estigmas. “Isso empodera as mulheres a terem opções de métodos contraceptivos nas suas mãos para que elas possam tomar decisões informadas sobre suas vidas,” Petsch explica. “Isso não é apenas algo que as afeta imediatamente, mas afetará seus objetivos e planos futuros se quiserem prevenir uma gravidez de forma segura e saudável.”

Logo se torna claro que Petsch é uma grande crente em ter um diálogo aberto sobre tudo. Tudo bem, tudo bem — Petsch não começou espontaneamente a falar sobre isso. Ela recentemente fez uma parceria com AbbVie, a criadora de Lo Loestrin Fe, para promover ‘Are You in the Lo?’, uma campanha que tem como objetivo empoderar mulheres para terem conhecimento sobre suas opções para prevenir a gravidez.

“É de extrema importância para mim não fazer disso um tabu,” Petsch diz. Apesar de seu desconforto no ginecologista, ela descreve suas primeiras experiências com contracepção e educação sexual como positivas.

Ao contrário de sua personagem em Riverdale, Petsch era muito próxima de sua mãe — uma pessoa que era tão calorosa que até agia como uma “madrasta” com muito de seus amigos, de acordo com a atriz. “Eles viriam pra minha casa caso tivessem quaisquer perguntas,” ela diz. “Eu lembro que minhas amigas costumavam fazer testes de gravidez na minha casa quando éramos mais jovens. Minha mãe tomava conta de tudo.” Ela diz que a postura de sua mãe fez toda a diferença em seus primeiros relacionamentos. “Eu pude tomar meu tempo e me sentir confortável com minhas decisões quando as fiz,” ela disse. “E então eu olhei meus amigos que não tinham aquilo e que eram muito curiosos em relação, que não tinham nenhuma informação e acabaram se arrependendo de algumas das escolhas que fizeram.”

Suas experiências durante seu crescimento realçam o quão essencial apenas conversar — com seus filhos, com seus amigos — sobre saúde sexual é. Educação é empoderamento; ter conhecimento sobre todas as opções em relação a algo como contracepção te permite ficar mais confiante sobre tomar uma decisão que impacta seu corpo e sua vida. “São seus corpos e são suas escolhas, e eles deveriam ter a oportunidade de possuir as ferramentas e o conhecimento para tomar decisões inteligentes sobre o que eles estão fazendo com seus corpos,” Petsch diz.

Quando eu admiro a franqueza de Petsch — ela conversa tão facilmente sobre ansiedade durante COVID e sua primeira visita ao ginecologista quanto eu converso sobre o clima — nós acabamos voltando a falar sobre a importância de conversar sobre tópicos complicados como uma maneira de destigmatizá-los.

“Eu não estou dizendo que sou a pessoa que quebrará as barreiras,” ela diz. “Entretanto, eu acho que esses tipos de conversas começam a quebrar as barreiras.”

Se sentir empoderada em falar abertamente sobre assuntos que ela acha importante é algo que Petsch diz ter aprendido ao interpretar sua personagem em Riverdale, Cheryl Blossom. Enquanto a auto proclamada abelha rainha de Riverdale High e recruta da gangue adolescente ‘Pretty Poisons’, Cheryl é tão ousada quanto sua marca registrada que é seu cabelo ruivo. Mas Petsch acredita que o espírito audacioso do ensino médio é apenas uma máscara—e ela diz que gostaria que Cheryl abaixasse a guarda na próxima temporada.

“Cheryl vive sem medo exteriormente, mas ela vive com medo interiormente”, diz ela. “Algo que ela tem lutado ao longo da série é tentar encontrar sua felicidade vivendo autenticamente. Sabemos que ela tem muitos problemas com sua saúde mental e seria bom a ver lidando com isso de maneira saudável.”

Apesar de Riverdale ter suas raízes na fantasia — jovens entrando em cultos, caçar serial killers e comandar um negócio de rum —, a série também explora problemáticas que jovens reais enfrentam, como sexualidade, ansiedade e depressão. Durante as primeiras quatro temporadas de Riverdale, Cheryl enfrentou o luto com a morte de seu irmão gêmeo, sua sexualidade e sobreviveu a uma tentativa de abuso sexual e uma tentativa de suicídio. E mesmo que Petsch esteja “muito orgulhosa” do episódio da quarta temporada que mostra Cheryl se abrindo para a conselheira, a fragilidade da chefe da líderes de Riverdale High se mantém muito escondida. Então, ao passo que a quinta temporada dá um salto temporal, Petsch quer que sua personagem abrace suas complexidades enquanto ser humano — saúde mental, sexualidade e tudo mais.

“Nossa série, e a televisão no geral, tem a missão de mostrar ao mundo — não apenas um pequeno pedaço da torta,” Petsch diz. “Por isso que eu fico feliz que temos Cheryl e Toni num relacionamento sáfico na série. Nós mostramos diferentes setores da vida, pois essa é a vida que estamos vivendo.”

“Esse é o ponto da mídia,” Petsch continua. “Ela pode ser uma forte ferramenta para trazer a tona tópicos que podem ser cconsiderados tabus.”

Infelizmente, as filmagens de Riverdale foram paralisadas durante os últimos quatro meses devido a pandemia do coronavírus (COVID-19). Petsch diz que ela sente falta de usar os saltos vermelhos de Cheryl, confessando que ela é sua “versão mais feliz no set.” Mas mesmo que o isolamento tenha deixado a atriz se sentindo “sufocada criativamente,” ela diz que está tentando olhar a folga inesperada como uma benção por meio de focar nas oportunidades dadas a ela. Ela se mudou para uma nova casa e arranjou hobbies divertidos, como tingir casacos. “Eu tenho tantos, nem consigo te dizer,” Ela diz rindo. Claramente a estrela está usando a quarentena para sujar as mãos — literalmente, mas também figurativamente, trabalhando para normalizar tópicos estigmatizados, como a saúde da mulher, e começando conversas essenciais.

Fontes: Refinery 29 e Hello Giggles

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Madelaine Petsch revela ter sido vítima de abuso sexual

Publicado por Alice

Neste domingo (21), uma conta anônima surgiu no Twitter denunciando o ator Cole Sprouse, colega de elenco de Madelaine, por um possível abuso sexual cometido por ele na época em que o ator frequentava a Universidade de Nova Iorque (NYU). Seguidas dessa denúncia, mais três contas, também anônimas, surgiram. Dessa vez, acusando os atores KJ  Apa, Vanessa Morgan e Lili Reinhart, de terem cometido o mesmo crime. KJ Apa após um show de sua banda ‘Legends’, Vanessa Morgan durante uma festa de Halloween, e Lili Reinhart durante fotos com fãs após as gravações de Riverdale. Algumas horas depois, as contas responsáveis pelas acusações contra Lili e Vanessa revelaram que as denúncias eram falsas. Em seguida, Cole, que havia desativado sua conta no site há algumas semanas, voltou à rede social e se pronunciou sobre o caso, seguido por Lili e, logo, pela Madelaine, que revelou já ter sido vítima de abuso sexual:

Como alguém que foi vítima de abuso sexual, estou profundamente perturbada que alguém pense que não há problema em acusar falsamente outra pessoa disso. É por isso que alegações de assédio reais às vezes não são levadas a sério; você devia ter vergonha. Isso é nojento“ — Disse a atriz no Twitter.

Madelaine Petsch ainda mostrou a sua indignação com toda a situação através dos seus Stories do Instagram, que acabaram sendo deletados alguns minutos após serem publicados: “Oi gente, sou eu. Eu tenho realmente focado toda minha energia nas redes sociais no movimento Black Lives Matter que está acontecendo agora e encorajando todos a votarem, porque tem tanta coisa acontecendo no mundo e, como alguém que foi abusada sexualmente várias vezes, infelizmente, eu estou com muito nojo de que alguém tenha pensado que estava tudo bem de acusar outra pessoa falsamente de abuso sexual. Eu estive aterrorizada em falar para meus amigos e minha família sobre essas coisas porque eu estava com medo que eles falassem que não acreditavam em mim ou que aquilo não tinha acontecido de verdade e acusar falsamente as pessoas de assédio faz exatamente isso.“ A atriz ainda criticou a rede social em que foram feitas as falsas denúncias: “Foi trazido à minha atenção hoje que quatro dos meus colegas foram acusados injustamente no Twitter, um aplicativo que eu já evito, porque é muito tóxico.

Ademais, Madelaine publicou novos Stories ainda falando sobre o ocorrido. Confira o vídeo legendado em nosso canal no Youtube:

Madelaine Petsch nunca havia falado sobre esse ocorrido antes e nós, do MPBR, estamos muito orgulhosas dela. Sendo assim, também encorajamos vocês a não se calarem, nós apoiamos e acreditamos em vocês!

Madelaine Petsch participará do evento SHEIN TOGETHER!

Publicado por Alice

A marca de roupas, Shein, promoverá um evento online global para ajudar o Fundo de Resposta à COVID-19 para WHO, distribuído pela United Nations Foundation.

A empresa doará $100,000 para o fundo que apoia esforços globais para prevenir, detectar e responder à pandemia. O evento conta com a participação de atrações musicais, como Katy Perry, Lil Nas X, Rita Ora e Doja Cat, além de aparições de artistas como Hailey Bieber, Yara Shahidi, Madelaine Petsch, Vanessa Morgan, Storm Reid, Lele Pons, Tyler Cameron, Sofia Wylie, Kimberly Loaiza e muito mais!

A Shein também realizará um sorteio em sua conta do Instagram de $5000 em produtos da marca! Para participar, basta fazer o download do aplicativo (SHEIN) e comentar “DONE” na publicação do sorteio marcando um amigo! O evento ‘SHEIN TOGETHER’ e o resultado do sorteio acontecerão pelo aplicativo da marca no dia 09/05/2020 (sábado) às 17h (horário de Brasília).

As mulheres de Riverdale participam de Os Simpsons

Publicado por Alice

As mulheres de Riverdale estão deixando pra trás os muitos mistérios de sua pequena e perversa cidade, apesar de temporariamente.

EW traz um primeiro olhar exclusivo de Lili Reinhart, Madelaine Petsch e Camila Mendes no próximo episódio de Os Simpsons. O episódio, que estreia dia 10 de Maio, mostra Lisa, que faz uma nova amiga chamada Addy (voz de Joey King). E quando Addy a apresenta a seu grupo de amigas, Lisa fica cara a cara-animada com um “círculo de garotas ricas esnobes,” de acordo com a sinopse.

O círculo inclui Bella-Ella (Reinhart), Sloan (Petsch) e Tessa Rose (Mendes) em um episódio chamado “The Hateful Eight-Year Olds” (“As Detestáveis de Oito Anos”).

Madelaine será uma das convidadas do baile de formatura virtual da Teen Vogue

Publicado por Alice

Teen Vogue celebrará as classes de 2020 com um baile de formatura virtual!

Durante este período de pandemia, diversas classes provavelmente não poderão comemorar pessoalmente a sua formatura. Pensando nisso, a Teen Vogue decidiu realizar um baile virtual, que contará com diversas aparições especiais: Ava Max, CNCO, Emma Chamberlain, H.E.R., Madelaine Petsch, Storm Reid

Colégios com classes do Ensino Médio dos Estados Unidos podem se inscrever para tentar a chance de participar desse evento. O baile acontecerá em formato de reunião virtual no aplicativo ‘Zoom’ e contará com performances especiais, celebridades convidadas, estrelas do TikTok e DJ’s ao vivo para animar a festa.

Madelaine Petsch comparece ao desfile da nova coleção do Hugo Boss

Publicado por Alice

Hoje, 23, Madelaine Petsch compareceu ao desfile da nova coleção do Hugo Boss que aconteceu durante a semana de moda de Milão. A atriz estava deslumbrante em um conjunto na cor vermelha! Petsch sentou ao lado de Cara Delevingne, Ashley Benson e mais na primeira fileira do evento, confira as imagens:

MPBR00000003~4.jpg MPBR00000004~4.jpg MPBR00000010~4.jpg MPBR00000007~4.jpg

APARIÇÕES E EVENTOS – APPEARANCES AND EVENTS > 2020 > 23.02 – BOSS FASHION SHOW IN MILAN, ITALY – ARRIVALS

MPBR00000001~6.jpg MPBR00000002~5.jpg MPBR00000004~5.jpg MPBR00000003~5.jpg

APARIÇÕES E EVENTOS – APPEARANCES AND EVENTS > 2020 > 23.02 – BOSS FASHION SHOW IN MILAN, ITALY – INSIDE

Mais cedo, a atriz foi fotografada deixando o seu hotel a caminho do desfile, confira:

MPBR00000002~8.jpg MPBR00000001~9.jpg MPBR00000003~7.jpg MPBR00000004~7.jpg

CANDIDS – FOTOS DE PAPARAZZI > 2020 > 23.02 – LEAVING HER HOTEL IN MILAN, ITALY