Exibindo

Notícias

Madelaine revela aonde ela acha que o relacionamento de Cheryl e Toni estará daqui a cinco anos!

Publicado por annacst

A atriz de Riverdale de 24 anos foi ao YouTube responder algumas das perguntas mais urgentes de seus fãs em um vídeo postado na Quarta-feira (19 de Junho).

A primeira pergunta de fã que Madelaine recebeu foi sobre Riverdale – especificamente, o que a atriz acha do que será o relacionamento de Cheryl e Toni em cinco anos.

“Temos apenas 17 anos na série no momento, então em 5 anos teríamos 22…” ela disse antes de ser (temporariamente) interrompida por um cachorro latindo. “Eu definitivamente não acho que elas estariam noivas ainda. Eu acho que elas continuariam indo devagar, aproveitando seu tempo juntas e provavelmente vivendo juntas – esperançosamente, distante de Riverdale, então ninguém mais morreria.

Assista o resto do Q&A mais recente de Madelaine:

Veja as co-estrelas de Riverdale, Madelaine Petsch e Camila Mendes, roubarem a cena na Semana da Moda, aqui!

 

Fonte: Just Jared Jr.

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Madelaine Petsch e Camila Mendes fazem encontro duplo com seus namorados

Publicado por camila

As co-estrelas de Riverdale, Madelaine Petsch e Camila Mendes, forjaram um vínculo na tela e fora dela. Aliás, como Petsch disse à Us Weekly, as duas agora são “double daters oficialmente”.

Petsch, de 24 anos, está namorando o rapper Travis Mills, e Mendes, também de 24 anos, está namorando a co-estrela de Riverdale Charles Melton, e o grupo de quatro saiu para jantar no mês passado.

“Nós fomos ao [restaurante de frutos do mar] Catch, que não é algo que normalmente fazemos”, disse Petsch à Us. “Eu não amo, mas precisávamos de um lugar para comer rapidamente. Nós estávamos todos em um evento juntos. Nós estávamos tipo “Onde podemos obter uma mesa rápido? Vamos para o Catch. ’… Eu acho que estava de tênis e jeans, e todo mundo estava de vestidos apertados. Eu estava tipo “Oh, olá”.
Petsch e Mills se conheceram no Facebook depois que o rapaz de 30 anos entrou em contato com ela para parabenizá-la pelo sucesso da série da CW. E a atriz – que atualmente está promovendo sua nova linha de óculos de sol Privé Revaux – não é tímida sobre seu amor nas mídias sociais.
“Sou uma grande defensora de mostrar meu relacionamento online porque o amor existe sim, e eu acho que é tão importante que a nossa geração saiba que o amor vai vencer”, disse Petsch à Glamour em março de 2018. “Não importa quem você ama, o que você ama, ele vai vencer.”

Fonte: Us Weekly

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Madelaine Petsch não sabia o significado da sigla OTH

Publicado por camila

Madelaine Petsch não sabia o que era ‘OTH’ quando Chad Michael Murray entrou para Riverdale.

Time Lucas Scott? Não muito! Na verdade, a estrela de Riverdale, Madelaine Petsch não sabia o que era ‘OTH’ até Chad Michael Murray entrar para o drama da CW nesta temporada.

“Eu não assisti OTH – que é como ele chama. Ele sempre falava, ‘OTH’. E eu ficava ‘Espera, o que é isso? Oth? O que isso significa?” a atriz de 24 anos admitiu para o Us Weekly quando passou pelo nosso estúdio para promover a sua nova coleção de óculos M3 com a Privé Revaux. “Ele falou ‘One Tree Hill’. E eu fiquei tipo ‘Ah, sim, a série que você fez. Sim. Ótimo.”

O ator de 37 anos estrelou One Tree Hill de 2003 a 2012, algo que valeu a pena quando se tratou de trabalhar em Riverdale.

“Ele me dá muitos conselhos realmente bons, o que eu amo, ele é muito gentil. É um profissional. Se encaixa perfeitamente com a gente. Eu não sei como o nosso diretor de elenco faz, mas ele monta um grupo impecável de pessoas que se encaixam perfeitamente,” adiciona a ganhadora do Teen Choice Award. “Não há drama. Todo mundo gosta um do outro; todo mundo é legal.”

 

Madelaine fala sobre o possível retorno de Jason Blossom em Riverdale

Publicado por camila

Madelaine Petsch entra no escritório da Cosmopolitan em um terno Self Portrait e seus próprios óculos de sol “Matrix” na ponta do nariz. Pergunto se ela é sempre uma pessoa que usa óculos de sol em ambientes internos, ou se é apenas para promover sua nova coleção M3 para a Privé Revaux (à venda em 27 de maio). “Depende do tamanho,” ela explica. “Óculos de sol pequenos são mais um acessório de moda do que realmente útil, porque isso não vai me proteger do sol. Eu os uso na ponta do meu nariz, isso não faz nada para a luz do sol.”

Imediatamente ela se ocupa encontrando o par perfeito para mim (ela escolhe o “Mads”, caso você se importe). Por mais divertido que seja ficar com a estrela de Riverdale, ela está aqui a negócios. Passamos por todas as explicações: ela me fala sobre o preço razoável da linha ($39.95), qual é o par preferido do namorado dela (o “Matrix” também), e todas as opções. Mas, eventualmente, ela está pronta para apenas relaxar e conversar. “Compre meus óculos de sol, sabe?” Ela ri, “Estou tentando alimentar meu cachorro.”

Você é uma mulher de negócios tão poderosa. Como conseguiu que a sua linha de óculos de sol fosse usada em Riverdale?

Eu não coloquei eles em Riverdale. Nós temos uma ótima equipe de pessoas que querem nos apoiar. Então eles meio que ficaram tipo, “Ei, percebi que você lançou uma linha de óculos de sol, quer colocá-los na série?”. E Cami é obcecada com o “Candie’s”, então ela disse, “Eu vou usar esses, de qualquer forma.” Ela usa eles no primeiro episódio da terceira temporada. Ela disse a eles “Vou usar esses na festa na piscina.”

Me dê informações privilegiadas sobre o Met Gala, por favor.

Acredita que eu fui pro Museu de Arte Metropolitano pela primeira vez para o Met Gala?

Eu tenho ansiedade social. Estava tão nervosa, porque eu tenho sonhado com isso a minha vida toda. Mas, honestamente, não foi estressante. Você não pode levar seus publicitários. E para alguém como eu, que confia muito nas pessoas, é interessante perceber o quão você realmente está vivo. Eu estava tipo “Oh, meu Deus, não posso ter uma pessoa da equipe comigo, isso vai ser uma droga!” Mas eu fui até lá e havia tantos publicitários para ajudar quem iria afofar o seu vestido pelo caminho até a escada, e era tão livre de estresse. Estava tão bonito lá dentro. Eu andei muito, meus pés provavelmente ainda doem.

Com quem você festejou?

Eu, festa? Não. Meu vestido era um pouco desafiador geograficamente – saia sozinha geograficamente desafiada – então eu sentei na minha mesa a maior parte da noite porque era grande e eu não conseguia me levantar, porque era feito de arame.

Assim que eu estava presa embaixo da mesa, era como oh, provavelmente eu não devesse sair daqui por um tempo. Mas Lili e Cami vieram e sentaram-se comigo um pouquinho, e apenas fiquei com o elenco de Riverdale na maior parte do tempo. É legal, minha primeira vez, poder conhecer outras cinco pessoas no tapete. A primeira vez de Lili foi apenas ela e Cole.

Você ficou fascinada por alguém?

Eu não acho que fascinada é a palavra certa… Oh meu deus. Ezra Miller. Oh meu deus! Eu estava tipo, você é a pessoa mais legal do planeta.

Você falou com ele?

Eu não o vi pessoalmente. Isso é outra coisa sobre o Met. Uma vez que você está lá dentro, é como se você estivesse no meio e é tão grande que você pode perder as pessoas em todo o lugar.

Você foi a uma festa depois?

Eu fui para a festa da Gucci por, você sabe, muito tempo. É meu primeiro Met Gala, eu tive que ir a uma festa depois. Então eu fui mais apenas para experimentar e ver como era. Foi bom ver todo mundo menos formal também.

Vamos falar sobre Rivedale. Então, Jason Blossom pode estar de volta?

Potencialmente? Seu túmulo está vazio.

Como Cheryl reagirá se Jason estiver vivo?

Eu acho que os sentimentos dela ficarão feridos, porque se ele estiver de volta, quer dizer que nunca morreu. Isso significa que ele esteve desaparecido pro dois anos e não deu atenção a ela. Eu acho que isso iria partir o coração dela.

E você acabou de se sacrificar por Toni Topaz…

Quando li isso no roteiro, eu sinceramente comecei a chorar. Eu shippo tanto Cheryl e Toni, e foi tão doloroso ver sua namorada sendo arrastada.

É tipo, a terceira vez que Cheryl foi sequestrada, ela vai atrás de um terapeuta?

Tenho certeza que é tipo, a sétima vez! [Risos] Eu acho que todo mundo em Riverdale precisa de terapia. Falando sério, Cheryl precisa de terapia. Ela tem tantos problemas mentais. Sua mãe reprimiu todos os sentimentos dela por mulheres durante a sua vida inteira. Seu pai matou o seu irmão, o irmão agora está morto, ela não tem amigos, ela tem sua primeira namorada.. há tantas coisas acontecendo. Ah, também há um assassino à solta e agora ela está na fazendo onde eles estão colhendo órgãos.

Sim, essa garota precisa de terapia, urgentemente. Leve-a para a terapia.

Pode-se dizer que Edgar Evernever é um péssimo terapeuta.

[Risos] Isso é apenas uma terapia muito ruim. Terapia de orgãos. Além disso, podemos falar sobre o fato de que Kevin vai ficar com um orgão faltando pelo resto da série?

Lol. O que você pode adiantar sobre o final?

Você terá uma resolução sobre se Jeason está vivo ou não no final, você verá Cheryl, se ela está viva ou morta

Espere, eu não sabia que a morte de Cheryl era uma possibilidade!

Potencialmente pode ser, mas como sabemos, as pessoas sempre voltam à vida em Riverdale. Jason, Cheryl, os Blossoms estão na linha em mais de uma maneira. Eu acabei de piscar para você, só para registrar. [Risos]

Fonte: Cosmopolitan

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Madelaine Petsch estará no elenco do filme de terror “Sightless”

Publicado por camila

A atriz de Riverdale, de 24 anos, reservou o papel principal de Ellen no filme. Confira a sinopse abaixo:

Ellen, depois de ser violentamente cevada por um agressor não identificado, torna-se uma verdadeira caloteira, vivendo e trabalhando em seu apartamento, nunca saindo para se aventurar, apenas esperando o próximo passo de seu agressor.

Sightless, dirigido por Cooper Karl, está programado para começar as filmagens ainda nesse mês.

Madelaine Petsch reage ao nome do bebê de Harry e Meghan

Publicado por camila

A decisão do Príncipe Harry e da Duquesa Meghan no nome do recém-nascido encantou pessoas no mundo inteiro, incluindo estrelas de Riverdale, as quais brincaram que o bebê Sussex compartilhar o nome com o principal personagem da Archie Comics.

Quando Madelaine Petsch passou pela Us Weekly para conversar sobre sua nova coleção de óculos de sol na Privé Revaux, a atriz de Riverdale revelou que ela só descobriu sobre a decisão do nome do bebê por causa dos fãs que tweetaram a novidade para ela, mesmo ela sendo “obcecada” pela Meghan.

“Obviamente, Príncipe Harry é ótimo, mas eu amava ‘Suits’ e Meghan Markle é uma deusa, o bebê deles vai ser lindo.”- a atriz de 24 anos nos contou.

Petsch ainda surtou com a US sobre a reação do colega de trabalho de Riverdale: “Casey Cott, que interpreta Kevin Keller, fez o tweet mais engraçado onde ele estava tipo ‘Devia ter sido Kevin.’”

Fonte: Us Weekly

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Madelaine Petsch conta que ela ‘rasparia sua cabeça’ pelo papel certo.

Publicado por camila

Madelaine Petsch tem o mais lindo tom de cabelo ruivo — e é totalmente natural. A atriz de Riverdale recentemente parou pelos estúdios da Us Weekly para conversar sobre sua nova coleção de óculos de sol, M3, na Privé Revaux, que sai dia 27 de Maio. Mas no processo, ela falou sobre sua rotina de beleza, revelando que ela é uma “virgem de cabelo.” Sortuda!

Dito isso, ela entende totalmente a complexidade que é pintar o cabelo, especialmente quando você mesma faz isso. Nesse vídeo, ela nos conta uma história sobre a vez que ela tentou pintar o cabelo de seu namorado, Travis Mills, e isso deu horrivelmente errado.

“Eu tentei pintar o cabelo do Travis de loiro uma vez e aquilo estava laranja claro — não um laranja natural, tipo um laranja tóxico,” ela diz. “O coitado estava tipo, ‘Não, não, não. Está bem. Está bem. Isso está ótimo,’ e então ele ficou com aquilo por cinco semanas.” Bem, é algo bom que ela não virou cabeleireira!

Apesar, ela diz que não teria problema em mudar sua típica tonalidade se precisasse. Quando perguntada se ela o pintaria de preto ou o descoloria de loira para um papel, ela responde, “Se fosse para o papel certo, claro.” Antes de continuar, “Eu rasparia minha cabeça pelo papel certo.”

Quando se tratou do Met Gala, ela tentou algo novo, mas temporário. A atriz de 24 anos impressionou num estruturado vestido organza, maquiagem rosa leve e uma franja postiça. “Eles foram divertidos também. Uma espécie de homenagem a Cheryl Blossom original.”

A bela ruiva também revela seu penteado favorito — “meu secreto produto de cabelo número um” — assim como sua filosofia super fácil de cuidado facial para conseguir seu invejável brilho.

 

Fonte: US Magazine

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Tudo sobre “Clare at 16”, novo filme produzido e estrelado pela Madelaine

Publicado por annacst

Madelaine Petsch, que interpreta a abelha-rainha Cheryl Blossom na série da CW, Riverdale, irá estrelar e ser produtora executiva do filme de horror/comédia “Clare at 16”, que é baseado no futuro romance de Don Roff de Baker & Taylor.

Mark Pavia, que dirigiu Vôo Noturno, de Stephen King, irá escrever a adaptação de longa-metragem e dirigir.

Clare at 16 conta a história de Clare Bleecker, uma mediana estudante de escola catolica que vive com seus avós depois de ficar órfã. Ela parece normal, mas Clare fará tudo que puder pra proteger os que ama quando confrontada pelo mal que ela enfrenta em sua pequena cidade.

Cassian Elwes (Mudbound, Clube de Compras Dallas) irá produzir junto a David Chackler (A Cidade dos Amaldiçoados, Twisted Tales) e Dave Sereny. Jere R. Hausfater servirá de produtor executivo com Nadia Redler e Pavia.

“Petsch é uma grande estrela, e ela é perfeita para trazer Clare à vida,” Elwes disse. “Eu sabia que isso tinha potencial, mas Petsch levará isso a outro nível. Clare at 17 também já foi escrito e a história está apta para sequências.”

Petsch disse: “No minuto em que peguei o script eu estava instantaneamente intrigada com Clare. Ela tem muita coisa acontecendo abaixo da superfície a qualquer momento e tem um maneira bem interessante de solucionar problemas, o que a fará ser bem engraçada e desafiadora. Eu estou entusiasmada e honrada de estar a trazendo a vida com uma equipe incrível.” 

A pré-produção de Clare at 16 começará na primavera antes de Petsch voltar a seu papel principal em Riverdale, que está em produção para a 3ª temporada. O próximo para ela é o filme de horror adquirido pela Netflix “Polaroid”.

Arielle Elwes (Braid) estará ativamente envolvida no desenvolvimento e produção de Clare at 16 e servirá de co-produtora.

Hausfater levou o projeto a Arielle e negociou o acordo em nome dos cineastas, com Chad M. Christopher de Stone Genow representando Petsch. Petsch é representada por WME e Tiffany Kuzon.

Fonte: Deadline

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Tudo sobre o novo musical de Riverdale: “Heathers”

Publicado por annacst

Pegue seu elástico de cabelo vermelho preferido e nos encontre no campo de croquete, pois os novos detalhes sobre o segundo episódio musical de Riverdale estão finalmente aqui e eles te terão dizendo, “Cumprimentos e saudações!”

Se você ainda não sacou, A produção de primavera da Riverdale High será “Heathers: O Musical.”

O segundo espetáculo anual de Riverdale, que contará com nove músicas, irá ser exibido na Quarta-Feira, 20 de Março as 20:00. EST/PST na CW.

“Ano passado, nós arrasamos fazendo ‘Carrie.’ Esse ano, nós quisemos honrar outro icônico filme adolescente. ‘Heathers: O Musical’ é MUITO DIVERTIDO, com ótimos papéis para nossas crianças de Riverdale,” o produtor executivo Roberto Aguirre-Sacasa disse em uma declaração. “E todo mundo está cantando…”

Pela lista de personagens, Heather Chandler será, naturalmente, interpretada por Cheryl Blossom enquanto Veronica Lodge e Betty Cooper irão pegar os papéis de Heather McNamara e Heather Duke, respectivamente. E Josie McCoy estará estrelando como Veronica Sawyer.

Mais uma vez, Kevin Keller será o diretor do musical de Primavera, mas ele também se “colocará” no musical esse ano no papel como “o personagem esquecido de Pete Dawson” Jughead Jones será o “chefe dos detalhes de segurança” do musical, o que parece necessário considerando que Midge foi assassinada no palco durante o último musical!

Caso você esteja vivendo embaixo de uma pedra, aqui está o que você precisa saber sobre Heathers: No filme clássico de 1989, Westerberg High é comandado por uma junta de ombreiras e elásticos de cabelo: Heather, Heather e Heather, as mais gostosas e cruéis garotas de toda Ohio. Mas a desajustada Veronica Sawyer rejeita seus regimes cruéis por um novo namorado, o obscuro e sexy estranho J.D., que planeja colocar as Heathers em seus lugares — a seis palmos do chão.

 

Fonte: Entertainment Tonight

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil

Madelaine fala sobre reinventar a ‘garota malvada’

Publicado por annacst

A má garota
ficou boa:

A Madelaine Petsch, de ‘Riverdale’, sobre reinventar a “garota malvada”.

Madelaine Petsch – AKA Cheryl “bombshell” Blossom – tinha acabado de finalizar um dia agitado de reuniões quando conversei com ela por telefone de L.A. São apenas algumas semanas antes da terceira temporada estrear nos EUA, e o elenco está se preparando para um ativo mês a frente. Eles já apareceram na Rolling Stone e Madelaine é a estrela da capa de nossa edição #27. Para Madelaine, isso tudo ainda vem como um choque. “Eu tenho que me beliscar diariamente com essas coisas loucas e legais que eu consigo fazer.” ela diz. “Eu estou constantemente espantada com o que eu consigo fazer em minha vida. Toda jovem atriz sonha com essas coisas.”
Adaptada da amada Archie Comics, que tem sido impressa por mais de 75 anos, a versão de TV de Riverdale transportou a série de seu cenário centro-oestino paradisíaco para uma versão mais sinistra da cidade. Doces aventuras colegiais foram substituídas por enredos bons e angustiantes. que lidam duramente com tópicos como desalojamento, saúde mental e cyberbullying. Está rapidamente se tornando um sucesso de críticas e tem acumulado enormes seguidores online.
Cheryl Blossom era novata nos quadrinhos, não aparecendo até 1982, mais de 40 anos depois da saga começar. No entanto, ela está posicionada na frente e centro da primeira temporada da série. O episódio piloto começa com Cheryl elegantemente vestida em um vestido vitoriano, atravessando o rio com seu irmão Jason. A câmera corta e ela está sentada em uma pedra, lágrimas correndo por suas bochechas, e descobrimos que seu irmão foi assassinado. O resto da temporada acompanha Archie e seu grupo de amigos, que tentam desvendar o mistério de sua morte.

Riverdale é um drama adolescente que se delicia em corromper as tropas de gênero. Nós temos o típico bom garoto Archie, a ‘garota-da-porta-ao-lado’ Betty e a garota rica e mimada Veronica – mas nenhum desses personagens age como esperamos. Isso é especialmente verdade para Cheryl Blossom, quem inicialmente se adequa ao molde de ‘garota malvada’. Suas viciantes represálias cruéis e de uma linha, sem mencionar o fato dela ser a chefe das líderes de torcida, inicialmente a prendem dentro de um personagem estereotipado. Na verdade, Betty diz a ela no primeiro episódio “Você pode ser um estúpido personagem de um filme dos anos 90, mas eu não.”

Contudo, ao desenrolar da temporada, nós rapidamente aprendemos que esse não é o caso. Como Madelaine coloca: “Você percebe que isso é apenas uma fachada e que ela na verdade é uma jovem garota bastante quebrada, bastante sozinha e bastante perturbada. A única pessoa que ela amou no mundo todo – seu irmão – foi assassinado e ela vive nessa jaula de negatividade em casa.” Como resultado, Cheryl rapidamente se transforma num personagem mais complexo e tridimensional. “Você começa a entender porque ela é essa “menina malvada” na primeira temporada, o que você raramente consegue ver na televisão. Nós nunca conseguimos ver seus lados vulneráveis.”
Uma grande reviravolta na jornada de Cheryl foi a estória de ter se assumido. Depois de revelar sua sexualidade para Toni, a mãe de Cheryl a manda a um convento para receber terapia de conversão gay. Com O Mau Exemplo de Cameron Post e Boy Erased – dois filmes que lidam com terapia de conversão gay – sendo lançados esse ano em meio a comentários controversos feitos pela a administração de Trump compactuando com a prática, Madelaine esperava a reação positiva que a estória de Cheryl se assumindo recebeu? “Eu estava positivamente surpresa com o quanto isso ressoou com nossos fãs,” ela diz. “Eu não tinha ideia que isso seria algo tão grande para eles e eu estou feliz que foi, porque foi muito importante para mim como atriz descobrir o que a fazia ter tique.”

A repressão da sexualidade de Cheryl, Madelaine sugere, é uma das razões principais pelas quais ela inicialmente se encontrava muito fria. “Eu acho que Cheryl evoluiu a muito mais do que uma ‘menina malvada’, o que raramente aconteceu.” Agora ela está em um relacionamento com Toni – ou ‘Choni’, como seus fãs afetivamente as chamam – e ela está finalmente vivendo sua verdade.” Isso a permitiu começar a “se abrir muito mais e ser um pouco mais atenta ao jeito que ela sai com as pessoas. Você assiste sua personagem virar uma das heroínas.”

Os adolescentes de Riverdale experienciam um conjunto de problemas sociais – uso de drogas, desalojamento, cultura de gangue – mas a experiência colegial de Madelaine foi bem diferente. “Eu não fui para uma escola normal – fui para uma escola de artes que era bem pequena. Então minha experiência escola foi particularmente diferente da de Riverdale.” Ela ri, dizendo: “Eu não acho que muitas escolas dos EUA têm assassinatos e drama do jeito que nossa série tem – Eu espero que não, pelo menos!” Riverdale não tem pretensão de realismo; em vez, Madelaine enfatiza fornece uma “versão intensificada” de jovens encarando problemas.

Centenas de tópicos no Reddit, páginas no Tumblr e blogs online têm sido dedicados a Riverdale. Várias hilárias teorias de fãs têm sido propostas. Algumas acreditam que Riverdale é o inverso de Stranger Things, para onde Barb escapou na primeira temporada (Shannon Purser, que interpreta Barb, aparece em ambas as séries). Outros, depois do episódio musical na segunda temporada, gostam de acreditar que Riverdale é o High School Musical num universo paralelo sombrio. Madelaine acha a teoria de que Cheryl é uma bruxa a mais convincente – e os Blossoms definitivamente têm a mansão Gótica para combinar.

No entanto, Madelaine está mais impressionada com o fato dos fãs terem adivinhado a sexualidade da Cheryl antes de ser revelada. “Eu vejo teorias de fãs onde eles adivinham o que vai acontecer por uma foto,” ela diz. “Eles são incrivelmente inteligentes e eles são muito bons em pegar os pequenos detalhes em qualquer coisa.”

Está claro que Madelaine quer manter um bom relacionamento com seus fãs. No começo, ela estava “realmente lutando com fãs procurando uma separação entre Cheryl e eu. Eu estava recebendo muito hate na internet e isso realmente me machucava porque eu sou muito o oposto de Cheryl.” Começando seu canal no YouTube, que agora tem quase 3 milhões de inscritos, foi inicialmente assustador. Mas agora, ela percebe que isso “criou um relacionamento diferente entre meus fãs e eu. É legal ver o verdadeiro eu agora e eu consigo quebrar essa barreira que eu pensava que existia.”

 

Fonte: TMRW Magazine

Tradução e Adaptação: Madelaine Petsch Brasil